BEM VINDOS...

Nosso Blog busca apresentar as funcionalidades do Facebook, apresentando a origem, o processo histórico e os recursos dessa grande rede de relacionamentos.

Convido a todos a participarem ...


Sede do Facebook

Sede do Facebook

quarta-feira, 5 de maio de 2010

O que é Facebook.


Facebook é um website de relacionamento social lançado em 4 de fevereiro de 2004. Foi fundado por Mark Zuckerberg, um ex-estudante de Harvard. Inicialmente, a adesão ao Facebook era restrita apenas aos estudantes da Universidade Harvard. Ela foi expandida ao Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT), à Universidade de Boston, ao Boston College e a todas as escolas Ivy League dentro de dois meses. Muitas universidades individuais foram adicionadas no ano seguinte. Eventualmente, pessoas com endereços de e-mail de universidades (por exemplo, .edu, .ac.uk) ao redor do mundo eram eleitas para ingressar na rede. Em 27 de fevereiro de 2006, o Facebook passou a aceitar também estudantes secundaristas e algumas empresas. Desde 11 de setembro de 2006, apenas usuários com 13 anos de idade ou mais podem ingressar. Os usuários podem se juntar em uma ou mais redes, como um colégio, um local de trabalho ou uma região geográfica.
O website possui mais de 120 milhões de usuários ativos, a posição do Facebook no ranking de tráfego de visitantes do Alexa, subiu do 60º lugar para 7º lugar.É ainda o maior site de fotografias dos Estados Unidos, com mais de 60 milhões de novas fotos publicadas por semana ultrapassando inclusive sites voltados à fotografia, como o Flickr.
FONTE: Wikipédia, a enciclopédia livre.

terça-feira, 4 de maio de 2010

Funcionamento do Facebook.


O website é gratuito para os usuários e gera receita proveniente de publicidade, incluindo banners e grupos patrocinados (cujas cotas seriam de mais de 1,5 milhão de dólares por semana em abril de 2006, segundo rumores). Usuários criam perfis que contêm fotos e listas de interesses pessoais, trocando mensagens privadas e públicas entre si e participantes de grupos de amigos. A visualização de dados detalhados dos membros é restrita para membros de uma mesma rede ou amigos confirmados. De acordo com o TechCrunch, 85% dos membros dos colégios suportados têm um perfil cadastrado no website e, dentre eles, 60% faz login diariamente no sistema, 85% o faz pelo menos uma vez por semana e 93% o faz pelo menos uma vez por mês. De acordo com Chris Hughes, porta-voz do Facebook, as pessoas gastam em média 19 minutos por dia no Facebook. Em um estudo conduzido em 2006 pela Student Monitor, uma empresa especializada em pesquisas de mercado relacionadas a estudantes universitários de Nova Jérsei, Facebook foi o segundo nome mais "in" entre os estudantes, empatado com cerveja e sexo e perdendo apenas para iPod. A decisão do Facebook de remover algumas fotos de amamentação enraiveceu alguns usuários, entre os quais a estadounidense Kelli Roman, mãe que teve uma foto que a mostrava alimentando a filha removida pelo Facebook.
Roman é uma das administradoras de uma petição online intitulada "ei, Facebook, amamentação materna não é obscenidade", que ganhou força na semana passada depois que as manifestantes organizaram uma "amamentação de protesto" no Facebook e realizaram uma pequena manifestação diante da sede da empresa, em Palo Alto, Califórnia.
A petição já obteve mais de 80 mil assinaturas e mais de 10 mil comentários, e redespertou um velho debate sobre os prós e contras da amamentação em locais públicos.
FONTE: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Expansão Histórica do Facebook.


Mark Zuckerberg fundou o "The Facebook" em fevereiro de 2004, enquanto freqüentava a Universidade de Harvard, com o apoio de Andrew McCollum e Eduardo Saverin. Até o final do mês, mais da metade dos estudantes não-graduados em Harvard foi registrada no serviço. Naquela época, Zuckerberg se juntou a Dustin Moskovitz e Chris Hughes para a promoção do site e o Facebook foi expandido à Universidade de Stanford, à Universidade Columbia e à Universidade Yale. No final do ano letivo, Mark e Dustin se mudaram para Palo Alto, Califórnia, com Andrew que havia conseguido um estágio de verão na Electronic Arts. Eles alugaram uma casa perto da Universidade de Stanford, onde se juntaram a Adam D'Angelo e Sean Parker. Andrew McCollum decidiu deixar a EA para ajudar em tempo integral no desenvolvimento do Facebook e do site "irmão" Wirehog.
Em maio de 2005, o Facebook recebeu 12,8 milhões de dólares de capital da Accel Partners. Em 23 de agosto de 2005, o Facebook compra o domínio facebook.com da Aboutface por $200,000 e descarta definitivamente o "The" de seu nome. A esta data, o Facebook foi "repaginado" recebendo uma atualização que, segundo Mark, deixou mais amigável aos usuários. Então, em 2 de setembro, Mark Zuckerberg lançou a interação do Facebook com o ensino secundário. Embora inicialmente definido para separar as "comunidades" para que os usuários precisassem ser convidados para participar, dentro de 15 dias as redes escolares não mais exigiam uma senha para acessar (embora o cadastro no Facebook ainda exigisse). Em outubro, a expansão começou a atingir universidades de pequeno porte e instituições de ensino pós-secundário nos Estados Unidos, Canadá e Reino Unido, além de ter expandido a vinte e uma universidades no Reino Unido, ao Instituto Tecnológico y de Estudios Superiores de Monterrey no México, a Universidade de Porto Rico em Porto Rico e toda a Universidade das Ilhas Virgens nas Ilhas Virgens Americanas. Em 11 de dezembro de 2005, universidades da Austrália e Nova Zelândia aderiram ao Facebook, elevando sua dimensão para mais de 2 mil colégios e mais de 25 mil universidades em todo o Estados Unidos, Canadá, México, Reino Unido, Austrália, Nova Zelândia e Irlanda.


Em 11 de setembro de 2006 o Facebook foi aberto para cadastro para todo o público.


FONTE: WIKIPÉDIA.

segunda-feira, 3 de maio de 2010

Informações Adicionais sobre o Facebook.


Ficha Técnica:


Nomes anteriores - The Facebook
Requer pagamento - Não
Cadastro -Público
Gênero - Rede social

País de origem - Estados Unidos
Idiomas - inglês/ castelhano/ italiano/alemão/ português
Lançamento - 4 de fevereiro de 2004
Posição no Alexa - 2ª
Desenvolvedor - Mark Zuckerberg
Proprietário - Facebook, Inc
URL -
www.facebook.com


FONTE: Wikipédia.

Livro: "The Accidental Billionaires: The Founding of Facebook, A Tale of Sex, Money, Genius and Betrayal".


Livro: "The Accidental Billionaires: The Founding of Facebook, A Tale of Sex, Money, Genius and Betrayal".


O escritor Ben Mezrich quer que os leitores apreciem seu novo livro, sobre a fundação da rede de relacionamento da web Facebook, como um thriller de leitura prazerosa e ignorem as críticas a seus métodos de narrativa.
O livro de Mezrich, "The Accidental Billionaires: The Founding of Facebook, A Tale of Sex, Money, Genius and Betrayal" (Bilionários por Acaso: a Fundação do Facebook, uma História de Sexo, dinheiro, Genialidade e Traição, em tradução livre) chegou às livrarias dos Estados Unidos e está sendo duramente criticado por muitos como uma obra mais no campo da diversão do que de informação.
A revista BusinessWeek qualificou o livro, editado pela Doubleday, como uma "miscelânea de mau gosto" e disse que Mezrich escreveu um "relato de ficção sobre a fundação do Facebook".
Mezrich refuta essas críticas dizendo que são "besteiras elitistas".
"É um livro de não-ficção. É uma história verdadeira", disse ele em entrevista à Reuters. "Sou um escritor de textos de não-ficção de um jeito diferente do de outras pessoas. Estou tentando criar meu próprio estilo de não-ficção."
Mezrich não entrevistou o fundador do Facebook, Mark Zuckerberg, e os críticos dizem que ele não conseguiu explicar adequadamente a transformação de Zuckerberg de um estudante antissocial da Universidade de Harvard em um dos mais novos valores do Vale do Silício.
O livro retrata a velocidade surpreendente com que o Facebook, criado como um website para estudantes de Harvard, em 2004, se tornou conhecido em toda a parte. Também detalha o ambiente de Harvard as disputas legais sobre quem fundou o Facebook e quem primeiro teve a idéia.